contact@aopi.org Thursday - December 14,2017

Negócio de diamantes pode tirar 21 milhões ao Estado


Negócio de diamantes pode tirar 21 milhões ao Estado

O Estado pode ter que desembolsar cerca de 21 milhões de euros devido ao diferendo entre a Sociedade Portuguesa de Empreendimentos (SPE) e Angola, avança o Público.

Em causa está o facto de a Endiama (empresa angolana de exploração de diamantes) ter revogado, em 2011, o contrato com a empresa portuguesa. Desde então esta só tem sobrevivido graças aos apoios financeiros da Parpública, empresa do Estado.

Esta situação prolonga-se há três anos com tentativas de negociação e embates na Justiça, uma vez que a SPE defende que a cessação de contrato é ilegal e inamistoso.

Posto isto, a empresa já recebeu 14, 4 milhões de euros da Parpública, sem contar com os empréstimos bancários pedidos à CGD, ao Novo Banco e ao BPI e que no total já vão nos sete milhões. O pior é que se a SPE não conseguir resolver o seu diferendo terá que ser o Estado a pagar os créditos bancários. Assim, a sua exposição é de 21,3 milhões.

Soma-se a isto a possibilidade de se desenvolverem problemas nas relações políticas e diplomáticas entre os dois Estados.

Fonte: Notícias ao Minuto

COMENTÁRIOS