contact@aopi.org Thursday - December 14,2017

Preços de táxis sobem


Preços de táxis sobem

Esta subida vertiginosa surge depois de sucessivas acções de concertação entre a Associação de Taxistas de Luanda (ATL) e o órgão competente do Ministério das Finanças que considera ilegal e unilateral esta medida.

Reagindo à subida dos preços dos combustíveis, o economista Cristóvão Miguel afirma que a medida era de esperar, uma vez que os combustíveis registaram um incremento elevado, que não compensava os operadores desse segmento de mercado. "Já era esperado que os preços dos táxis subissem. Considero que a galopante subida dos combustíveis contribuiu em larga medida para a alta dos preços. E outros produtos com certeza terão o mesmo curso", referiu o economista.

O NJ contactou alguns usuários dos transportes públicos que foram unânimes em sublinhar que esta subida irá penalizar os cidadãos mais desfavorecidos, porquanto o salário mínimo nacional permanece abaixo dos 20 mil kwanzas mensais.

A semana passada, a Assembleia Nacional introduziu para debate o projecto de lei de revisão do salário mínimo, numa iniciativa da CASA/CE, mas o debate foi suspenso e o assunto ficou sem equação. "Isto só vai prejudicar os mais pobres, porque não faz sentido subirem os combustíveis e os salários não sofrerem qualquer incremento", afirmou o comerciante Luís Guilherme.

Idêntico ponto de vista é partilhado por Helena Vilela, funcionária pública, para quem a subida dos táxis indicia "maus momentos" para a vida dos cidadãos, que ao invés de melhorias, sentem a situação a piorar. "Existem outras formas de arrecadar receitas que não seja penalizar os cidadãos que já não dispõem de dinheiro para sustentar as famílias", referiu Vilela. Note-se que o litro de gasolina custa actualmente 115 kwanzas, contra os 90 Akz anteriores e o gasóleo passou de 60 para 90 Akz.

Fonte: Novo Jornal de Angola

COMENTÁRIOS