contact@aopi.org Thursday - December 14,2017

Empresários de Angola com dificuldades em exportar para os EUA


Empresários de Angola com dificuldades em exportar para os EUA

Os empresários angolanos enfrentam dificuldades em exportar para os Estados Unidos da América, devido ao grau de exigência de certificação dos produtos, disse terça-feira em Luanda a ministra do Comércio de Angola.

A ministra Rosa Pacavira, que falava no seminário sobre como exportar para os EUA e aproveitar a Lei do Crescimento e Oportunidade para África (AGOA, na sigla em inglês), disse que, para ultrapassar essas dificuldades, os empresários têm de se empenhar muito mais, sobretudo na certificação dos produtos.

Dizendo que que o café e peças de artesanato são os principais produtos angolanos exportados para os EUA, ao abrigo da AGOA, Rosa Pacavira salientou que a confirmação da origem é um factor fundamental para que um produto entre nos Estados Unidos da América.

Disse que antes de Angola ser um país elegível no âmbito da AGOA, os EUA já eram um dos maiores parceiros comerciais, chegando a absorver grande parte das exportações angolanas, com predominância para o petróleo.

Salientou que estas exportações eram ao abrigo do sistema generalizado de preferências, destinado a promover o crescimento nos países em desenvolvimento, através da isenção de direitos alfandegários numa pauta de cerca 4800 produtos.

Citada pela agência noticiosa Angop, Rosa Pacavira sublinhou que Angola entre 1985 a 2003, antes do AGOA, exportou para os EUA mercadoria no valor de 42,9 mil milhões de dólares.

Após ter aderido ao AGOA, em 2003, as exportações angolanas para os EUA quase triplicaram, em quantidade e valor, ascendendo no período entre 2004-2014 a 115,39 mil milhões de dólares, destacou a governante angolana.

Fonte: Macauhub

COMENTÁRIOS