contact@aopi.org Thursday - December 14,2017

Província de Luanda duplicará população até 2030


Província de Luanda duplicará população até 2030

A Província de Luanda deverá duplicar a população para 12,9 milhões de habitantes até 2030. Só o município de Viana – o mais industrializado do país – deverá atinjir, dentro de 15 anos, 3,1 milhões de habitantes.
O crescimento populacional da Província obrigará à construção de, nomeadamente, 13 novos hospitais, 1.500 escolas e 1,4 milhões de habitações.

A informação consta do Plano Director Geral Metropolitano de Luanda, terá uma durabilidade de 15 anos, até 2030, sendo revisto em cada cinco anos, por formas a adequá-lo a novas realidades, e é referida pela Lusa.

O documento, ao diagnosticar a realidade actual da província, estima que 80% da população de 6,5 milhões de habitantes (um quarto da população do país) vive em musseques.

A estratégia de desenvolvimento da cidade de Luanda assenta a sua mudança em três pilares fundamentais: a habitabilidade, a estética e o crescimento sustentável e atractivo. A habitalidade abarca o saneamento, o abastecimento de água e energia e a existência de equipamentos sociais. A estética contempla a preservação da paisagem e da sua identidade.

O documento procura adoptar uma visão estratégica para o desenvolvimento da cidade que salvaguarde a cidade antiga como centro histórico, cultural, político e turístico prevendo, por outro lado, a criação de um centro económico, industrial, agro-industrial e de uma praça financeira junto aos rios Kwanza e Bengo.

A questão da rede rodoviária também é considerada um vector estratégico, visando aumentar a sua capacidade, nomeadamente a da rede de vias rápidas existentes, bem como criar uma rede integrada eficiente dos transportes públicos.

Fonte: O País

COMENTÁRIOS